Um quilograma é um quilograma. Bem, talvez não…

O quilograma, uma das sete unidades fundamentais do Sistema Internacional, é definido como sendo exactamente a massa de um protótipo mantido no Bureau International des Poids et Mesures (BIPM). Este protótipo não é mais do que um cilindro metálico constituído por 90% de Platina e 10% de Irídio. O que acontece é que a massa deste protótipo pode variar ao longo do tempo, devido à acumulação de diversas impurezas na sua superfície ou por danos provocados pelas operações de limpeza a que tem de ser submetido antes da sua utilização. É neste contexto que, de acordo com um artigo publicado na PhysicsWeb, alguns investigadores da Universidade de Reading e do NIST sugerem que a definição de quilograma devia ser feita em função de constantes fundamentais, como as constantes de Planck ou de Avogadro. Em todo o caso, só em 2007 se saberá se a definição de quilograma é alterada, até lá podemos continuar a confiar nas nossas balanças…